Como organizar um banco de questões com o aplicativo Bear (para Mac)

Se você é professor ou pretende organizar seus próprios estudos jurídicos a partir de questões objetivas, existem basicamente duas opções. Você pode utilizar alguma plataforma de questões (como o Qconcursos ou outros concorrentes) ou pode seguir uma apostila já preparada, geralmente um material impresso ou pdf elaborado por um curso que você frequente.

No meu modo de ver, as vantagens oferecidas pelas plataformas de questões são muito significativas. Afinal, dependendo do plano que você assine, será possível montar simulados, consultar comentários de professores, pesquisar com base em filtros, etc. E isso é especialmente importante se você está em um ambiente competitivo, como é o caso da preparação para concursos públicos.

Consciente dessas vantagens, resolvi me empenhar para oferecer aos meus estudantes a possibilidade de se prepararem para a prova (a minha ou outras provas jurídicas) com o auxílio dessas ferramentas. Afinal, as plataformas de questões são uma fonte inesgotável de conteúdo gratuito e precisavam apenas ser adaptadas para a minha finalidade.

O primeiro passo é naturalmente copiar e colar as questões da plataforma de sua preferência, organizando esse acervo de alguma forma.

O problema está em que não basta ter o banco de questões. Eu precisava também ter um ambiente no qual eu pudesse tomar notas e planejar a elaboração das provas. Além disso, eu precisava de uma ferramenta de busca para recuperar facilmente uma questão e as anotações sobre o gabarito. Ou seja, era preciso criar uma base de conhecimento. Depois de experimentar diversas soluções, terminei adotando o aplicativo Bear.

Enquanto o aplicativo é anunciado como uma ferramenta genérica construída para que o usuário tome notas (coluna da direita), ordenadas por uma lista (coluna central) e organizada em torno de tags (coluna da esquerda), minha utilização teve a seguinte meta: etiquetar cada alternativa das questões para que eu tivesse condição de saber exatamente quais os artigos de lei seriam cobrados em toda a prova. O meu Bear ficou assim organizado:

A melhor parte dessa organização é que ela torna possível expandir, em um formato de árvore, toda a lista de artigos citados. Assim, tenho certeza de que estou cobrindo bem o conteúdo, tanto nas alternativas corretas quanto nas incorretas.

Em resumo, como professor de Direito, optei por oganizar provas objetivas para os estudantes de todas as disciplinas que leciono. Acho que é uma forma muito justa de avaliar os estudantes, especialmente em matérias de conteúdo dogmático. Nessa jornada, percebi que a etapa de organização das questões era uma fase crítica para o meu planejamento.

Descobri também que existe uma série de ferramentas (por exemplo, os editores de notas no estilo Zettelkasten) que ajudam a solucionar esse problema. A que mais se adaptou ao meu modo de trabalho foi a organização em torno de tags, que é justamente a vocação do aplicativo Bear. Aliás, todas as funcionalidades que utilizo são cobertas pelo plano gratuito do aplicativo.

Por fim, ainda que você não tenha a mesma demanda que a minha, acho que vale experimentar, pois criar o hábito de tomar notas de forma organizada ajuda a resolver uma série de outros problemas típicos de quem trabalha com a organização de informações e a redação de textos.


PS1: Bear é um aplicativo de anotações para Mac, concebido em torno de uma  ferramenta avançada de etiquetamento aninhado (nested tags). Apesar de parecer simples, é uma solução bastante complexa e única, que permite criar uma navegação hierárquica nos assuntos do seu interesse.

Infelizmente, por se tratar de uma abordagem exclusiva do Bear, o usuário Windows precisará encontrar sua própria forma de organização dentro das outras opções disponíveis: OneNote, Evernote, Boostnote, etc. Nenhuma delas conta com etiquetamento aninhado.


PS2: Novo post sobre como corrigir provas objetivas pelo celular.

Direitos reservados • Um produto LEXANA