Assim que a pandemia de Covid-19 teve início e as aulas foram suspensas, os professores precisaram se adaptar rápido. Creio que essa adaptação, em boa medida, tenha se limitado à transposição de aulas presenciais para as mesmas aulas em vídeo. Com isso, durante a pandemia, a preocupação com a avaliação ficou em segundo plano, pois tínhamos problemas mais urgentes.

Na verdade, dentro do meu universo (sou professor de uma Faculdade de Direito), sinto que sempre houve uma preocupação muito maior com as atividades de ensino. Além disso, precisamos ter em conta que o curso de direito trabalha com muitas matérias conceituais - o que demanda a aplicação de provas dissertativas. Ou seja, como na área de humanas em geral, o curso de direito é um terreno fértil para provas mais abertas.

Na prática, até a necessidade de isolamento pessoal, os professores com quem tenho maior proximidade se dedicavam mais às avaliações terminavam por investir em técnicas de avaliação que demandavam encontros presenciais e criatividade. Mas e agora? Bem, agora todos temos um incentivo maior para investir em avaliações objetivas e que possam ser aplicadas remotamente sem muitos problemas.

Para minha sorte, as disciplinas que leciono são bastante dogmáticas, com muita base na lei. Então pude investir numa solução de avaliação objetiva e de aplicação remota.

Minha opção atual é o Akindi, que se coloca como uma opção ao líder de mercado americano (chamado Scantron e que faz exatamente o que os grandes e caros scanners para correção de prova objetiva sempre fizeram). Essa comparação pode não fazer tanto sentido para nós, mas é importante para compreender quem é o público do Akindi e a razão pela qual eles não oferecem tradução para o português em seu serviço ou qualquer de seus materiais.

Akindi - Effortless Grading (Scantron Alternative)
Grade assessments effortlessly. Create multiple choice assessments using regular paper and scan them with any scanner or iPhone! A free Scantron alternative you’re sure to love.
Clique para ver o vídeo de apresentação do Akindi

Veja o Akindi em ação no vídeo seguinte. Esta é uma simulação da prova, na visão de um estudante, que acaba de receber o convite para realizar a atividade:

Agora que já vimos como o Akindi se coloca e como funciona, vou dizer como eu vejo o Akindi. Trata-se de uma solução para aplicação de provas em papel ou por forma remota, cujo diferencial é sua simplicidade. Você não precisa de nenhum sistema elaborado para usar o Akindi, bastando que tenha uma lista de emails e um número de matrícula, que pode ser o número oficial ou um número qualquer criado para o seu controle.

Embora ele seja uma ferramenta autônoma, é possível sua integração com os sistemas mais robustos de aprendizado do mercado, entre eles: Blackboard, Canvas, Moodle e Brightspace. É possível concluir que, com essa estratégia, o Akindi está mirando nas escolas ricas, que já contam com um sistema robusto de Learning Management System (LMS).

Com esse tipo de integração, a lista de chamada continua a funcionar no LMS principal e o Akindi funciona como uma camada, praticamente invisível, para a aplicação de provas. No meu caso, com não uso nenhum LMS e não preciso de integração, fica ainda mais fácil optar pelo Akindi, pois ele tem um plano grátis para gerir uma turma apenas, com uma avaliação por vez. Para gerir mais de uma turma com o mesmo login, seria necessário pagar USD 99 por ano:

Preços do Akindi

Por ser um programa que cuida de apenas uma tarefa, a implementação de suas funcionalidades pode ser perfeita. Na área de suporte do Akindi você pode ver um pouco de como o fluxo de trabalho não tem gargalos e como o sistema é, a um só tempo, simples e poderoso. Trata-se de um produto em evolução constante, como pode ser visto na área de novidades do Akindi.

Os pontos mais fracos, se é que existem, são de conhecimento da equipe de desenvolvimento. A título de exemplo, o Akindi não tem um editor nativo para elaboração de questões com formatação complexa, pois sua opção é converter uma prova que tenha sido elaborada no Word apenas com texto. Não é o ideal, mas tudo bem, pois você pode corrigir os erros de importação manualmente depois. Além disso, não uso gráficos nas minhas provas.

Alguns aspectos do Akindi realmente são incríveis, por exemplo, é possível: agendar um horário de aplicação da prova, limitar a duração da prova, configurar durações diferentes para estudantes com necessidades especiais, impedir que o estudante possa voltar para rever suas marcações, exibir uma questão por vez, embaralhar as questões da prova para cada estudante, enviar notificações para cada estudante, etc.

Além de oferecer uma solução robusta para a aplicação da prova, enviando um email personalizado para cada estudante, o Akindi tem uma área de administração com gráficos que indicam ao professor quais são as questões fáceis e as difíceis. Isso é apenas um exemplo, mas que já ilustra bem a capacidade do programa.

Tudo isso faz do Akindi a minha opção definitiva, depois de tantos anos buscando uma ferramenta que fosse capaz de atender minhas necessidades de avaliação, especialmente no cenário de isolamento social no qual nos encontramos. Sei que o Moodle faz tudo isso, mas a elegância do Akindi é imbatível.